ID Estudantil – Cadastro carteira

Você já ouviu falar na ID Estudantil? Se não, não se preocupe! Você está no lugar certo. Preparamos esse artigo completo reunindo as principais e mais relevantes informações sobre a mais nova medida do Governo Federal que tem por objetivo tornar mais prática a vida dos estudantes. Pois é! A carteira de identificação estudantil passará agora a ser digital. O Governo Federal em parceria com o Ministério da educação lançou esse mecanismo que será responsável pela emissão gratuita da carteirinha do estudante através do aplicativo oficial que estará disponível para os principais sistemas operacionais.

Por ser um medida provisória recente é comum haver diversas dúvidas sobre o assunto. Mas não se preocupe, ao final desse artigo todas essas questões estarão devidamente esclarecidas.

Quer saber tudo sobre a ID Estudantil e aproveitar todos os benefícios que esse documento oferece? Então, continue a leitura.

Quais os benefícios da ID Estudantil?

Com o aplicativo garantir os seus direitos como estudantes se tornou mais prático. Isso porque o seu documento comprovante estará acessível sempre que for necessário na tela do seu Smartphone.

Os benefícios que a ID Estudantil garante são os mesmo que o documento impresso oferecia.

Sendo assim, os estudantes de todo o Brasil poderão pagar meia-entrada em shows, cinema, teatro e outros eventos culturais.

Muito bom não é? Vamos continuar…

Quem poderá tirar a ID Estudantil? Como pedir?

Essa é uma dúvida comum mas facilmente esclarecida. A ID Estudantil abrange todos os estudantes regularmente matriculados nos níveis e nas modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei nº 9.394 (Ensino infantil, fundamental, médio e técnico, nível superior e pós-graduação), de 20 de dezembro de 1996, que comprovem sua condição de discente.

O Ministério da Educação iniciará a emissão da Carteira de Identificação Estudantil digital no prazo de 90 dias, contado da data de publicação da medida provisória (9 de setembro). Portanto, a partir dessa data você poderá solicitar o seu documento através do aplicativo.

Além disso, a ID Estudantil e outras carteirinhas digitais, poderão ser geradas oficialmente pelas seguintes instituições:

  • Associação Nacional de Pós-Graduandos;
  • União Nacional dos Estudantes (UNE);
  • União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes);
  • No próprio portal do MEC.

E também por entidades estudantis e instituições que representem os estudantes do país e que sejam reconhecidas pelo Ministério da Educação.

Ou, caso tenha preferência pelo formato físico, você poderá solicitar na Caixa Econômica Federal.

Através do site oficial você pode acompanhar o lançamento do aplicativo e outras novidades. Clique AQUI para acessar o portal.

Qual a validade da carteira estudantil digital?

Essa é uma outra vantagem que a versão digital oferece, por isso, além de esclarecer duvidas, faz´se importante mencionar.

Enquanto a carteirinha na versão física são válidas até o dia 31 de março do ano subsequente, ou seja, sua validade é equivalente a um ano a ID Estudantil não possui um vencimento.

Ou seja, enquanto o aluno permanecer matriculado em estabelecimento que forneça os níveis e as modalidades de educação e ensino previstos no Título V da Lei nº 9.394, de 1996 (Ensino infantil, fundamental, médio e técnico, nível superior e pós-graduação) a carteirinha digital será válida.

Perderá a sua validade automaticamente quando o aluno se desvincular do referido estabelecimento.

Simples não é?

Entenda agora o funcionamento do banco de dados unificado.

Banco de dados unificado

Outro aspecto importante sobre essa medida provisória é a implementação e manutenção de um banco de dados único e nacional dos estudantes.

Sendo assim, quando você baixar o aplicativo e solicitar a sua carteirinha digital, deverá autorizar o uso de seus dados pessoais para a “composição do cadastro unificado e para utilização no ciclo das políticas públicas estudantis”.

Esse cadastro terá informações como: histórico escolar, instituição atual de ensino no qual o estudante está matriculado, Além de informações sobre a escola e a série em que o estudante está matriculado, relatórios de frequência etc.

O objetivo do Ministério da Educação com a criação dessa banco de dados é ter informações suficientes sobre a educação nacional para utilizá-las, tanto de modo agrupado quanto individualmente, na formulação de políticas educacionais e acompanhar o desempenho dos estudantes.

E então, o que achou?

Esse artigo foi útil? Compartilhe com os seus amigos.

Ficou com dúvidas sobre a ID Estudantil? Deixe nos comentários.

You May Also Like

About the Author: medmedson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *